<iframe src="//www.googletagmanager.com/ns.html?id=GTM-M5GQNQ" height="0" width="0" style="display:none;visibility:hidden"></iframe>

Como importar informações do coletor de dados

Priscila Braga -

Como configurar o coletor de dados

As informações devem estar disponíveis em um arquivo do tipo “.txt”, com o seguinte padrão:

código do colaborador (coluna 1), código da pasta (coluna 2), data (coluna 3).

Configure seu coletor de dados conforme instruções a seguir:

 1. Código do colaborador (coluna1): campo do tipo texto/string com tamanho mínimo de 1 e máximo de 10.

2. Código da pasta (coluna 2): campo do tipo inteiro com tamanho mínimo de 1 e máximo de 10.
3. Data (coluna 3): deve ser gerada automaticamente pelo coletor com a data da leitura, no formato DD/MM/AAAA.

Como importar informações do coletor de dados

1. Faça a leitura do código de barras do advogado.
2. Faça a leitura do código de barras das pastas que estão com o advogado.
3. Na tela de Empréstimos e Devoluções, acione o botão Importador do coletor de dados  . A seguinte tela será apresentada:


4. No campo Nome, selecione o arquivo a ser importado.
5. Selecione o botão Abrir.
6. Os dados serão importados automaticamente. Na tela Empréstimos e devoluções, a coluna Coletor de dados aparecerá marcada para os arquivos que foram importados pelo coletor.

Nota:
Se uma pasta foi retirada pelo advogado A, mas, por algum motivo, esta pasta encontra-se com o advogado B, o coletor de dados registrará esta mudança. Assim, ao utilizar os dados a partir do arquivo do coletor, o sistema efetuará a baixa da pasta do advogado A e passará para o advogado B.



Coletor recomendado

Cipher Lab modelo CPT8000 ou similar que possua suporte a códigos do tipo "Barcode 39".


Nota:
Para utilizar esta funcionalidade, é necessário imprimir novamente o código de barras dos colaboradores (na tela Pessoas, abrir a Ficha da pessoae acionar o botão Gerar código de barras).

Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação